quinta-feira, outubro 30, 2008

AS CRÍTICAS CERTEIRAS DE CUNHA RODRIGUES A MAGISTRADOS JUDICIAIS

Cunha Rodrigues, ex-PGR e actualmente Juiz do Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias, faz críticas certeiras aos Juízes de 1ª instância e dos Tribunais Superiores.

O perfil profissional do magistrado, especialmente do juiz, é individualista. Prefere a singularidade, ilude as correntes de jurisprudência e é displicente em relação ao processo (…). E nem sequer é uma característica de um magistrado de 1.ª instância. Os tribunais superiores não são substancialmente diferentes. Aplicam as normas como se elas se circunscrevessem aos estrito âmbito das suas jurisdições, isolam o recurso do processo no seu conjunto, tendem para analisar a discordância em função da hierarquia, o saber reside na autoridade, não em função do método, chega-se à verdade pela eliminação do erro e dão uma importância exagerada às questões da forma, conferindo prioridade à solução técnica e não à solução justa.


Leia mais e ouça AQUI.

3 Comments:

Blogger H. Sousa said...

Só não sei se a mão-de-obra dos advogados não poderia ser melhor aproveitada e proporcionar mais Justiça aos cidadãos, mesmo em questões «menores». O défice de justiça e o excesso de juristas é um absurdo.

11:08 da manhã  
Blogger Orlando said...

Bom dia. tenho a impressão de que um comenta´rio seu no meu blogue foi "mandado" pelo sistema para SPAM, ao que sou totalmente alheio. Simplesmente já não fui a tempo de o "recuperar". Não tenho a certeza se era seu (o autor tinha qualquer coisa "...best" no seu blogue), mas não quero correr o risco de parecer estar a censurar os comentários. Existe um sistema (AKISMET) que o faz sempre que nós estejamos desatentos.

11:43 da manhã  
Blogger victor rosa de freitas said...

Obrigado pelos esclarecimentos mas não tenho ideia de ter deixado um qualquer comentário não publicado no seu blog.

12:28 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

on-line
Support independent publishing: buy this book on Lulu.