sexta-feira, setembro 04, 2009

SENSIBILIDADES

O conhecido labrego e provinciano - o deslumbrado com as luzes da ribalta e a importância da política e seus agentes – disse, há dias que «já deitava o “proxexo” do “cajo” Freeport “peloj” olhos», porque o “aborrexe” há cerca de dois anos.

O velhaco esquece que sou perseguido, há cerca de dezasseis anos, por causa do “caso” Benavente, porque, alegam, dei um despacho depressa, e, contudo, «“chetá-xe” cagando para “ixo”».

Sensibilidades… labregas, provincianas e velhacas.

O costume em “Xua Exchelênxia”.

6 Comments:

Blogger Das divergências e convergências said...

O senhor ainda dá em doido por causa do tal despacho. . .

3:17 da tarde  
Blogger victor rosa de freitas said...

É muito provável que eu ainda dê em doido por causa do tal despacho...

Agora, a gentinha da PGR/CSMP já é completamente DOIDA há muito!

5:18 da tarde  
Blogger victor rosa de freitas said...

Já agora, sabe o meu amigo porque é que o Ministério Público português nunca pode ter um sistema paralelo ao americano de negociação penal (plea bargaining), para aumento da eficácia da punição dos crimes mais graves?

Sabe porquê?

Porque ninguém acredita numa palavra dos seus agentes, designadamente os do topo!

É que com vigaristas não se pode negociar!

5:25 da tarde  
Blogger Das divergências e convergências said...

Essa não aprendi na faculdade...
:)

9:24 da tarde  
Blogger Camilo said...

Caro Amigo,
O seu comentário (3º) está (É) sublime.
Todavia, a "consideração" (Das divergências e convergências)...
é FANTÁSTICA!!!

12:56 da manhã  
Blogger Camilo said...

Pois, mas...
Mamou um jantar no Gambrinus, regado com "Evel Grande Escolha -de 2004",uma murraça de 96 euros.
Enquanto isso, a ASAE mantém fechado o refeitório da Santa Casa da Misericórdia de Faro, a SOPA DOS POBRES...
Nem quando o homem das "bastonadas" mandou debitar a conta do repasto à Ordem... xua excelência xe lembrou dixo.
Mero pormenor xem importânxia...
Os pobrejinhos que xe lixem...
Xintomático.
Prá próxima pagamos nós.

10:50 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

on-line
Support independent publishing: buy this book on Lulu.